Projetos ambientais despertam interesse de jovens cientistas

Fonte: Sistema Ambiental Paulista

Texto: Cris Couto

Fotos: Mariana Lopes/Cris Couto

Pesquisas sobre preservação ambiental têm atraído o interesse de jovens biólogos bolsistas do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), cujos trabalhos poderão ter impacto positivo em ações de reflorestamento e conservação de biomas.

Aprovado no curso de Biologia da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), Rodrigo Manfra foi aceito no Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Cientifica (PIBIC), que abre espaço para estudantes de graduação, de diversas áreas, desenvolverem pesquisas em áreas ligadas ao respectivo interesse acadêmico. Com bolsa do CNPq, Manfra optou por fazer seu projeto de pesquisa em “Manejo de Plantas Invasoras” no Instituto Florestal, com supervisão de Natália Macedo Ivanauskas, chefe da Seção de Ecologia Florestal do IF.

O estudo avalia como conter o processo de invasão de duas espécies exóticas: a palmeira-leque-da-china e a palmeira-australiana.  Durante os experimentos foi comprovado que essas palmeiras prejudicam o desenvolvimento da fauna e da flora no seu entorno, diminuindo, por exemplo, a variedade de passarinhos que visitam o local. “Se as espécies exóticas não forem controladas, o equilíbrio do ecossistema pode ser afetado, prejudicando a produção de água, a manutenção da temperatura e a qualidade do ar na área observada”, explica Rodrigo. A pesquisa desenvolvida pelo futuro biólogo ainda não foi concluída.

Outra jovem cientista, também com bolsa do PIBIC, é Mariana Lopes, estudante do curso de Biologia da Universidade São Paulo (USP). Assim como Manfra, ela desenvolve pesquisa no IF, sob orientação do pesquisador Alex Antunes. O objetivo do estudo, realizado no Parque Estadual Alberto Löfgren, é verificar o potencial de indução da dispersão de sementes pelos animais. Os dados foram coletados entre setembro de 2016 e julho de 2017. Sementes, com tamanhos diferentes, foram inseridas em frutos de mamão-papaia, oferecidos em comedouros. Ao todo, foram 3.372 registros de alimentação, de 26 espécies de animais, incluindo aves e mamíferos.

 

Vocêconteudo_inventario-de-emissoes_45 sabia que através do Inventário de Emissões de Gases de Efeito Estufa a instituição ou empresa consegue avaliar como suas atividades impactam o meio ambiente e identificar estratégias para contribuir para o combate às mudanças climáticas?

Entenda o que é Inventário de Emissões.