Como sua Empresa pode avançar em direção a sustentabilidade

Nova era de crescimento econômico. Crescimento ativo e ao mesmo tempo social e ambientalmente sustentável

A sua empresa pode ajudar os consumidores a tornar suas ações mais ecológicas

Com o aumento da demanda do consumidor por produtos sustentáveis, as marcas estão cada vez mais se tornando mais verdes. Mas serão produtos e marketing mais ecológicos o suficiente para mudar o comportamento dos consumidores?

O termo “sustentabilidade”, como o usamos hoje, vem do relatório das Nações Unidas “Nosso Futuro Comum” de 1987, também conhecido como Relatório Brundtland . “Desenvolvimento sustentável é aquele que atende às necessidades do presente sem comprometer a capacidade das gerações futuras de atender às suas próprias necessidades”, afirma o relatório.

Nos 30 anos desde o Relatório Brundtland, dois fatores principais impulsionaram a mudança entre as empresas, de acordo com Alexa Poortier, fundadora do grupo de defesa do turismo sustentável itmustbeNOW. 

Mesmo assim, poucos hotéis se comprometeram a se tornar rigorosamente sustentáveis ​​e aqueles que afirmam isso carecem de transparência. As companhias aéreas com seus voos produziram 859 milhões de toneladas de dióxido de carbono em 2017, de acordo com o Air Transport Action Group.


Sustentabilidade é uma ferramenta e oportunidade de marketing poderosa, mas deve ser rigorosa com transparência. Deve se concentrar em atender às necessidades do presente, sem comprometer a capacidade das gerações futuras de atender às suas próprias necessidades.

A maioria das empresas só muda quando os consumidores exigem, e esse desejo de mudança está aumentando com as gerações mais jovens. 

As vendas de produtos sustentáveis ​​atingiram US $ 107,3 ​​bilhões em 2014, mas prevê-se que cheguem a algo entre US $ 142 bilhões e US $ 150 bilhões até 2021 , com um relatório de 2015 da Nielsen relatando que a geração do milênio pagará mais por produtos sustentáveis ​​do que as outras gerações .

Existe uma mudança da cultura do consumidor, a maioria dos produtos verdes ainda pode ser usada com desperdício – mesmo garrafas de água facilmente recicláveis ​​tendem a acabar em aterros sanitários. Uma companhia aérea pode mudar seus processos de embarque e utensílios de voo para ser mais sustentável, como a United Airlines fez recentemente, mas cada passageiro em um voo de costa a costa ainda cria pouco menos de uma tonelada métrica de dióxido de carbono.

Um redator do The New York Times calculou recentemente que a viagem de sua família de Nova York a Miami, emitiudióxido de carbono suficiente para derreter um pedaço de gelo ártico do tamanho de uma caminhonete.

Esse é um dos problemas do marketing verde: há oportunidades para as marcas mudarem a forma como os clientes consomem, mas elas não vêm de forma passiva.

A necessidade agora, é fundir a sustentabilidade com o desejo de ganhar dinheiro, “uma nova era de crescimento econômico – crescimento que seja vigoroso e ao mesmo tempo social e ambientalmente sustentável”, ecoando a preocupação de inúmeras marcas e empresas que tentam se tornar verdes e ao mesmo tempo permanecer lucrativas.

Em viagens, os consumidores verdes agora podem comprar compensações de carbono , que enviam dinheiro para projetos de redução de carbono para compensar o carbono que produzem ao viajar. Por exemplo, nossa calculadora de emissões permite aos usuários aos viajantes agilizar o processo de criação e compensação de seu carbono de uma só vez. 

Com essas ações, as marcas mudam e sugerem práticas mais verdes aos consumidores, após essa mudança parte da responsabilidade do consumidor em agir.

Em uma pesquisa da McKinsey, 87% dos consumidores disseram que se preocupavam com o meio ambiente e comprariam com essa preocupação em mente, mas apenas 33% disseram que compraram produtos verdes ou estavam prontos para fazê-lo.

Como avançar em direção à sustentabilidade como marca:

Seis passos sobre como as marcas podem se mover para se tornarem sustentáveis.

  • Tenha um guardião da marca, alguém que deseja sinceramente que a marca e o mundo sejam melhores no futuro.
  • Rever os valores da marca , integrando a sustentabilidade em cada estratégia e em cada ação.
  • Orçar recursos , tanto financeiros quanto de pessoal, e formar uma equipe central de sustentabilidade.
  • Participe de um programa de sustentabilidade credenciado com certificações.
  • Avalie as operações para entender os desafios existentes.
  • Elabore uma Visão 2030 e um plano de ação em linha com o Acordo de Paris.

Você está agregando valor ao seu produto e marca?

Passando confiança nas suas atitudes de Sustentabilidade?

São fatores importantes na mudança de comportamento, a Eccaplan se preocupa em dar um retorno de todas as atividades sustentáveis das ações realizadas.

Quer entender mais sobre neutralização de carbono? Veja o vídeo abaixo!

Compense o Impacto Ambiental que não pode ser evitado.

Carbono Zero

Fonte:

Hal Conick, redator AMA (American Marketing Association, 2019).

Acordo alemanha Amazônia Aquecimento Global Bicicleta Brasil Carbono Ciclovia Clima CO2 COP21 Desenvolvimento Sustentável Desmatamento Efeito Estufa Emissões Emissões de GEE Energia Energia Eólica energia limpa Energia Renovável Energia Solar GEE Iniciativa Inovação inventário de emissões Lixo Meio Ambiente Mobilidade Mudanças Climáticas Mundo neutralização de carbono Noticias Notícia ODS ONU Poluição Reciclagem Rio de Janeiro sustentabilidade São Paulo Tecnologia Telhado Verde Transporte Sustentável Água Árvores