ESG como Vantagem Competitiva para o seu negócio

Um guia prático para criar um bom Relatório ESG para sua empresa

Em uma outra matéria falamos sobre conceitos e como funciona o investimento sustentável e o impacto das emissões de carbono nos negócios, leia essa matéria antes para se familiarizar com o conceito.

Atualmente é necessário avaliar como as estratégias de ESG podem agregar valor a sua marca.

Os investimentos Ambientais, Sociais e de Governança (ESG) ganharam força considerável nos últimos anos, sustentados pelo crescente interesse de investidores em nível internacional e doméstico.

Enquanto ESG mal divulgado é um indicador de riscos para a empresa. 

A falta de divulgação de ESG pelas empresas pode resultar em investimentos mal feitos em setores de alto risco que podem acabar contribuindo com a poluição do meio ambiente.

A integração do ESG à decisão de investimento de uma empresa ajudará os investidores a tomar decisões com base no desempenho geral, e não apenas no desempenho financeiro.

Empresas em conformidade com a ESG têm melhor governança, cuidam mais do meio ambiente e do desenvolvimento sustentável, têm menos volatilidade de lucros e têm acesso a fundos de custo mais baixo

Estudos têm mostrado que a integração ESG ao modelo de avaliação de uma empresa melhora seus indicadores não financeiros, como satisfação do consumidor, aceitação do mercado, menor custo da dívida e os valores sociais que traz para seus stakeholders. 

De acordo com um relatório de Ernst & Young Global Limited, em 2017, à medida que as empresas integram ESG em suas decisões de investimento, agregam vantagem competitiva e apresentam menor risco de investimento, melhor governança e maior engajamento em boas práticas ambientais e sociais.

Fatores Ambientais, Sociais e de Governança (ESG) apresentam riscos e oportunidades que foram negligenciados por muito tempo. Para os investidores, os retornos sustentáveis ​​exigem um foco mais nítido na governança corporativa e nos fatores ambientais e sociais.

Alguns fatos sobre a ESG:

  1. Os investidores veem benefícios financeiros de longo prazo em empresas com altas classificações ESG.
  2. Os CEOs devem traçar estratégias de longo prazo revisadas a cada ano.
  3. A geração de retornos sustentáveis ​​ao longo do tempo requer um foco mais nítido nos fatores ESG.
  4. As questões ESG têm impactos reais e quantificáveis ​​a longo prazo.

Os investidores ​​relataram que a fonte mais útil de informações não financeiras para a tomada de decisões de investimento era o relatório anual da própria empresa – considerado essencial e muito útil na hohra de investir ou considerar alguma empresa/marca.

Um relatório de sustentabilidade eficaz, livre dos objetivos predominantes de relatórios financeiros de curto prazo, tem o potencial de ampliar a discussão para outras fontes de capital da empresa (como natural, social, humano) com impactos reais no valor percebido.

Anos atrás, os investidores costumavam enfatizar as informações de saúde e segurança do trabalhador de empresas da indústria pesada, como os setores de mineração ou petróleo e gás, e responsabilidades associadas ao desempenho de segurança. 

Hoje, as informações ainda são importantes, mas as empresas divulgam as informações e gerenciam o risco no curso normal dos negócios, e o foco dos investidores mudou para outras questões ESG, como mudanças nas expectativas sociais, impactos de tecnologias disruptivas, mudanças demográficas, escassez de água e outros recursos, mudança climática e remuneração de executivos pós-crise financeira.

A demanda por mais informações vem tanto para o consumidor, quanto dos investidores.

Você sabe como divulgar um Relatório de ESG?

Atenda às expectativas dos seus investidores e potenciais investidores:

  • Tenha uma visão de longo prazo:  atenda às necessidades dos investidores, informando-os sobre os aspectos ambientais, sociais e econômicos mais materiais que podem impactar a capacidade de sua empresa de gerar valor no longo prazo – e quais medidas você está tomando para gerenciá-los.
  • Considere as mega tendências globais:  entenda o que pode estar moldando e revolucionando seu setor nas próximas décadas. Equilibre os riscos atuais com as oportunidades futuras para mostrar aos investidores que seu modelo de negócios é adequado para o futuro.
  • Abordar os riscos climáticos:  Com uma estrutura legal para descarbonizar a economia global até meados do século, os investidores esperam que você repense significativamente suas divulgações climáticas. Você não apenas deverá relatar os impactos diretos de seus negócios nas emissões de gases de efeito estufa, como também deverá articular os impactos físicos potenciais das mudanças climáticas em seus ativos e cadeia de suprimentos, e como seu modelo de negócios atual irá ser sustentado em um futuro zero carbono.

  • Alocar capital e infraestrutura para ESG:  Os investidores concordam que os aspectos ambientais e sociais do desempenho são fundamentalmente importantes e por muito tempo foram negligenciados. Avalie a adequação de seu capital alocado para implementar processos e procedimentos para tratar de questões e regulamentações ESG.

  • Aproveite as oportunidades para contar a história de desempenho de sua organização.

O desempenho não financeiro, desempenha um papel central nas decisões de investimento para a maioria dos investidores pesquisados ​​e para uma maior porcentagem de investidores do que nos anos anteriores. As divulgações ESG visam aumentar a aceitação e a reputação de uma empresa entre seus investidores. 

O ESG contribui para elevar os esforços de sustentabilidade da empresa, e pode ajudar a facilitar o gerenciamento de recursos de forma mais eficiente e permitir que administre seus negócios de forma eficaz, ao mesmo tempo que fornece soluções para questões sociais. 

ESG aumenta a competitividade da empresa. Portanto, o comportamento ético e responsável das empresas na melhoria do bem-estar social leva a melhor valor e desempenho. Nossos resultados também sugerem que as empresas com menor vantagem competitiva podem precisar do apoio do governo para aumentar suas atividades de divulgação ESG e melhorar seu desempenho.

Os resultados também apoiam uma conduta empresarial mais responsável, uma vez que as empresas com melhores divulgações ESG apresentam melhor desempenho.

Como a Eccaplan pode te ajudar a construir um Relatório de ESG, robusto com validade e confiança:

A elaboração do Inventário de Emissões de Gases de Efeito Estufa (GEE) é o primeiro passo para que uma instituição ou empresa possa avaliar como as suas atividades impactam o meio ambiente e identificar estratégias para contribuir para o combate às mudanças climáticas.

A Eccaplan aplica a metodologia do GHG Protocol (The Greenhouse Gas Protocol – A Corporate Accounting and Reporting Standard) em seus inventários de emissões.

O GHG Protocol foi desenvolvido pelo World Resources Institute (WRI) em associação com o World Business Council for Sustainable Development (WBCSD), além de ter sido resultante de parcerias com empresas, ONGs e governos.

A ECCAPLAN também realiza Relatórios de Sustentabilidade com o objetivo de auxiliar organizações na gestão da sustentabilidade, fornecendo um diagnóstico de suas atuações socioambientais, analisando riscos e oportunidades para cada negócio, a fim de melhorar a performance das organizações sob a ótica das melhores práticas de sustentabilidade do Brasil e do mundo.

Principais benefícios:

*Identificar e priorizar ações para reduzir seu impacto ambiental.

*Orientar políticas da organização para mudanças climáticas.

*Subsídio para indicadores de performance.

*Avaliar potenciais projetos de crédito carbono.

*Traçar e alcançar metas de responsabilidade ambiental.

*Preparar-se para futuras políticas de emissões de GEE.

*Rotulagem ambiental.

A empresa recebe o Selo CO2 Neutro e as informações da compensação de carbono, realizada com o apoio a projetos ambientais brasileiros certificados, de preservação florestal e energia renovável.

Além disso, a Eccaplan trabalha com: Gestão Ambiental Estratégica (indicadores e ações sustentáveis em todos os eventos), Liderança, Proteção Ambiental, Desempenho Ambiental, Economia Circular, Gestão de Resíduos, Compostagem e Documentação.

Fiscalize e vá além dos números.  Fique atento antes de realizar um investimento ESG  e tenha certeza de que estes parâmetros estão sendo praticados da maneira correta. 

Se quiser saber mais sobre o assunto, entre em contato e entenda como podemos te ajudar. 

Carbono Zero

Fontes:

MOHAMMAD, Wan Masliza Wan; WASIUZZAMAN, Shaista. Environmental, Social and Governance (ESG) disclosure, competitive advantage and performance of firms in Malaysia. Cleaner Environmental Systems, v. 2, p. 100015, 2021.

“Is Your Nonfinancial Performance Revealing the True Value of Your Business to Investors?”, E&Y Report (2017), pp. 1-30

Acordo alemanha Amazônia Aquecimento Global Bicicleta Brasil Carbono Ciclovia Clima CO2 COP21 Desenvolvimento Sustentável Desmatamento Efeito Estufa Emissões Emissões de GEE Energia Energia Eólica energia limpa Energia Renovável Energia Solar GEE Iniciativa Inovação inventário de emissões Lixo Meio Ambiente Mobilidade Mudanças Climáticas Mundo neutralização de carbono Noticias Notícia ODS ONU Poluição Reciclagem Rio de Janeiro sustentabilidade São Paulo Tecnologia Telhado Verde Transporte Sustentável Água Árvores