ONG OXFAM revela: 10% das pessoas mais ricas emitem o dobro de carbono emitido pelos 50% mais pobres

Um novo relatório da ONG Oxfam conduzido pelo Stockholm Environment Institute revela mais um efeito brutal da desigualdade social ao redor do mundo: entre 1990 e 2015, os 10% mais ricos da população global responderam por mais da metade (52%) das emissões de carbono.

Em termos de emissões cumulativas, apenas 1% da humanidade – os mais ricos – é responsável (15%) pelo dobro dos 50% mais pobre (7%).

Essa fatia da humanidade também aumentou consideravelmente, em cerca de 1/3, sua participação sobre o chamado orçamento global do carbono – o volume de carbono que pode ser queimado sem inviabilizar a contenção do aquecimento global em 1,5oC até 2100.

Ao mesmo tempo, a esmagadora maioria das pessoas, especialmente as mais pobres, aumentaram sua participação nesse orçamento em apenas 4%. Em termos gerais, as emissões anuais aumentaram 60% nesse período, com os 5% mais ricos sendo responsáveis por 37% desse crescimento.

EstadãoGuardianReuters e RFI destacaram os principais pontos da pesquisa da Oxfam.

Fonte: ClimaInfo, 22 de setembro 2020.

Compartilhe

NEWSLETTER

Quer receber nossas novidades em seu e-mail?

Inscreva-se no formulário com seu nome e e-mail que enviaremos novos conteúdos mensalmente.